Bolsonaro se encontra com George W. Bush nos EUA

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu nesta 4ª feira (15.mai.2019) em Dallas, nos EUA, com o ex-presidente americano George W. Bush. Segundo o militar, no encontro, os 2 falaram sobre os assuntos “mais variados possíveis”.

“Logicamente, é tradição dos ex-presidentes não se envolver na política atual, nem criticar, ou elogiar o presidente de momento. Mas o que ele nos falou mostra uma democracia bastante amadurecida aqui, gostaria que isso chegasse ao Brasil”, disse à imprensa.

O presidente também postou uma foto com o ex-presidente norte-americano no Twitter. “Uma saudável e produtiva conversa. Seguimos trabalhando e buscando conquistar cada vez mais a confiança do mundo no Brasil”, disse, segundo o MSN.

Bolsonaro afirmou ainda que também conversou com Bush sobre a Venezuela e sobre a Argentina.

“Rapidamente passei da Venezuela pra Argentina, porque na Argentina há possibilidade de voltar a senhora ex-presidente [Cristina Kirchner]. E, em voltando, nós podemos correr risco de a economia deles não indo bem e o populismo voltar àquele local, nós temos uma nova Venezuela no sul da América do Sul”, afirmou.

Questionado se o ex-presidente norte-americano também se preocupava com o futuro da Argentina, Bolsonaro respondeu: “Com toda certeza, pelo semblante, acredito que sim”.

Sobre as manifestações contra os cortes na educação, que marcaram 4ª feira (15.mai.2019) no Brasil, Bolsonaro diss que acompanhou os atos pela internet.

“Tem o General Heleno aqui, que é o chefe do gabinete de segurança institucional, que periodicamente me passa informações do que está acontecendo lá”, disse o presidente, que mais cedo chamou os participantes dos protestos de “idiotas úteis” e “massa de manobra”.

16/05/2019